A MEDITAÇÃO PARA MINIMIZAR OS EFEITOS DO ESTRESSE

A MEDITAÇÃO PARA MINIMIZAR OS EFEITOS DO ESTRESSE

Como superar as dificuldades que o impeça de praticá-la

Existe um universo invisível no nosso corpo, onde situações de estresse e ansiedade pode acionar uma verdadeira bomba relógio no nosso organismo. E se não cuidarmos algo de muito sério pode vir a acontecer.

Ansiedade, estresse, irritação….  Se você está vivendo algum desses estados, e mesmo com a sensação de que nada pode ser feito, algo sério está acontecendo no seu organismo!

E o que vem a ser o estresse?

É uma maneira do corpo reagir toda vez que tem que lidar com situações que requerem um grande esforço emocional ou de superação. Quanto mais longo for o evento estressante ou mais grave for mais estressada a pessoa pode ficar. E o que vai determinar a gravidade do fato são as características pessoas de cada pessoa. Pois, cada um tem uma maneira de suportar ou se adaptar às mudanças.

Então, uma situação de estresse sempre irá gerar uma reposta ao estresse, seja ela de natureza psicológica ou agressão física. As respostas ao estresse serão as mesmas. São duas as reações que ocorrem: uma nervosa e outra hormonal.

Na resposta nervosa, a Glândula suprarrenal, localizada bem acima dos rins, por meio da medula suprarrenal irá liberar ADRENALINA, com as seguintes consequências:

  • O coração acelera
  • A respiração fica ofegante, rápida e superficial
  • Os vasos sanguíneos da periferia se contraem
  • O sangue fica direcionado aos músculos
  • A temperatura sobe
  • A secreção das salivas diminui
  • Há risco de infarto

Na resposta hormonal, dá-se início a uma cascata química entre o hipotálamo (CRH), a hipófise (ACTH) e a parte periférica da glândula Suprarrenal, que por sua vez irá liberar CORTISOL. Essa sequência de ações metabólicas para enfrentar o estresse irá provocar uma ação antiinflamatória, que num primeiro momento tende a beneficiar o sistema de defesa, mas com o tempo o irá desorganizá-lo e provocar infecções no organismo. Haverá uma produção exagerada de radicais livres, que para simplificar iremos denominá-las de substâncias tóxicas.

E para simplificar…

Enumero alguns dos malefícios que essa reação hormonal pode causar no organismo:

  • Ocorre uma atrofia (diminuição do tamanho) dos órgãos linfoides. Com isso o sistema imunológico fica desorganizado. Ocorre infecções e com elas o aparecimento das doenças autoimunes.
  • Órgãos inteiros podem deixar de funcionar e com isso surgir: diabetes, hipotireoidismo, insuficiência das glândulas supra-renais, hepatite auto-imune, doença de Crohn, doenças reumáticas, etc.
  • Possibilidade de ocorrência de distúrbio de memória, cansaço, irritabilidade, humor depressivo, perda da libido, insônia, agitação, ansiedade, choro.

E o que fazer diante essas reações maléficas? Mudar o foco: o da reação para Ação. Pois a reação faz parte do funcionamento automático do organismo. E essa faz parte dos condicionamentos e nas maneiras automáticas que nosso corpo aprendeu em algum momento no passado de como devo funcionar, corporalmente falando.

Aqui trago duas reflexões para você, leitor:

  • A primeira delas é “Qual minha capacidade de adaptação frente as coisas que acontecem comigo?” Será que é a adaptação de irá diminuir meu sofrimento?
  • A segunda pergunta é se MINHA ATITUDE PODE ALTERAR O QUE É AUTOMÁTICO. Ou seja, meu cérebro reage ou obedece aos meus comandos?

Em relação a esses dois pontos posso afirmar que a capacidade de adaptação está relacionada com a maneira de responder as coisas, sejam elas iguais ou diferentes ao o que meu cérebro está acostumado a receber como estimulo e resposta. Por exemplo, quando alguém diz algo que o aborreça qual será a atitude cerebral? As escolhas são infinitas, mas ela vai seguir àquela que é habitual. E cada postura nova que vir a fazer irá mudar (aos poucos) o que é habitual.

E mais. A cada entendimento que tenho das coisas e estímulo que dou ao cérebro resultará numa mensagem dizendo se estou sobre ameaça ou se está tudo bem. Esses estímulos resultam no aprendizado e ficam registrados. A partir daí minha atitude poderá ser automática, se estou sendo reativo, com base nas experiências e informações.

Então, respondendo às reflexões anteriores:

Quanto mais atento estou com meus atos menos submisso estarei às reações automática do meu cérebro.

Assim, para mudar e transformar algo na minha vida ou saúde devo antes prestar atenção, trazer foco, aumentar minha capacidade perceptiva para depois fazer escolhas mais assertivas e menos submissa aos registros automáticos do cérebro. Claro que devo considerar que mudar àquilo que está registrado como hábito requer paciência e habilidades. E principalmente uma prática diária que possibilite essa mudança.

A prática regular da meditação nos ajuda a ficar mais focado e consciente com o que está acontecendo ao nosso redor e no organismo. Essa prática é a habilidade que permite que ancoremos a atenção no corpo e aguçamos o que está acontecendo com ele, sem dar juízo de valor ao o que está acontecendo. Pois, são os valores que damos para as coisas que irão gerar ou não gerar os malefícios na nossa saúde.

Mindfulness e o estresse

Com o exercício da atenção plena evitamos que a bomba relógio mencionada acima se instale no nosso corpo. Aliás, esse termo, atenção plena, atualmente vem sendo muito usado em sua expressão em inglês, “mindfulness”.

Existem muitas maneiras de meditar, mas há algo em comum a todas elas que é a VIGILÂNCIA SEM REAÇÃO. É uma prática de concentração que pode estar com o foco:

  • na respiração,
  • nas sensações do corpo,
  • nas emoções,
  • nos pensamentos (ocupar os espaços entre eles).

Introduzir essa prática na rotina diária nos ajuda enfrentar situações inesperadas e desconfortáveis com muito mais sabedoria e assertividade. E principalmente com menos reatividade, portanto com mais saúde.

Agora, se o hábito do cotidiano está focado na própria situação que gerou o estresse, portanto, na condição oposta ao de silenciar a mente, meditar pode ser um desafio grande para muitas pessoas.

Como então vencer as dificuldades de conseguir sentar e meditar? E aqui considerando como benefício desfrutar de maior serenidade e não reatividade, tanto do organismo, quanto das nossas emoções e pensamentos.

Com mais de 25 anos de experiência tratando de pessoas com dificuldades motoras, dores físicas e emocionais, encontrei dois recursos fundamentais e eficazes para ajudar iniciantes na meditação. Também serve aos meditadores experientes que ainda se encontram brigando com seus pensamentos durante sua prática.  São elas:

  • Uso do corpo
  • Foco na atividade respiratória

Os vilões do estresse

O movimento com o corpo possibilita não apenas a desconstrução de um dos principais vilões do estresse que é o excesso de contração muscular como também na anestesia das emoções (sensação de apatia) proveniente dessa tensão muscular.

E são vários os motivos que os exercícios respiratórios facilitam na prática da meditação.  O principal deles é o ganho de energia excedente, que irá ajudar na mudança dos paradigmas impostos pela mente e condicionados no cérebro. Também existe um aspecto fundamental: quando se respira lenta e profundamente o sistema nervoso autônomo parassimpático é estimulado. Assim, a prática da respiração profunda (calma e longa) traz liberação de hormônios calmantes ao organismo. E esses mesmos estimulam a imunidade, ou seja, a defesa do organismo.

Existem muitos estudos científicos que comprovam esse meu argumento. Basta fazer buscas no Google e você verá inúmeros estudos que apontam os benefícios da meditação para a saúde física e emocional. Hoje, com o recurso das ressonâncias magnéticas que medem o formato do cérebro e de seus órgãos, fica fácil detectar as áreas cerebrais que se beneficiam com tal prática.

Pesquisa da Boston University School os Medicine, dos Estados Unidos comprovam que as taxas do ácido gama-aminobutírico, o GABA, são aumentados por uma prática de yoga denominada Iyengar, que combina postura corporal, respiração e meditação. O aminoácido GABA atua justamente onde acontece o processamento das emoções, e nesse estudo foi constatado que sintomas da depressão foram minimizados com a prática corporal, respiratória e meditação. Se a depressão, um dos sintomas do estresse é atenuado, os demais malefícios também serão.

O que os estudos falam!

Até mesmo as práticas de meditação contemplativas estão sendo estudadas pela ciência. Estudo na British Medical Jornal (2001) aponta que cardiologistas ingleses, italianos e portugueses perceberam que a verbalização do mantra budista on mani padme on e da Ave Maria em latim tiveram efeitos positivos na pressão arterial e no fluxo sanguíneo do cérebro. Tudo isso comprovado com exames laboratoriais e de imagens.

Após muitos anos de inquietação atendendo pessoas que desenvolveram doenças autoimunes e neurológicas degenerativas, como a Esclerose Múltipla, resolvi adaptar os recursos corporais e de concentração que utilizo para evitar que condições de estresse provoque lesões no sistema nervoso central.

A jornada da Proatividade Corporal

Foi assim que criei a Jornada da Proatividade Corporal, uma prática que ajuda grupos na superação de dificuldades relacionadas ao estresse, ansiedade e dores pelo corpo.

O primeiro projeto que realizei para esta Jornada foi uma vivencia corporal com duração aproximada de uma hora. Trata-se do “Conquiste a Calma Pela Respiração”.  Esse trabalho não tem o intuito de convencer, mas sim de ajudar a pessoa no reconhecimento e na transformação dos padrões corporais.

Não é uma prática para o corpo, mas que por meio dele a pessoa possa encontrar a paz e a serenidade. Ao notar os padrões do corpo, e a transformação desses, ficará fácil perceber que podemos ser proativos com a mente e com as emoções por meio do trabalho corporal.

O “Conquiste a Calma Pela Respiração” é a boa notícia que podemos aprender a mudar o padrão do corpo por meio do movimento e da respiração, de maneira simples, mas que requer técnica e aprendizado. E é isso que quero compartilhar com você.

A maneira simples que eu ensino é o da participação do corpo inteiro para se respirar bem, e não apenas na concentração do ar entrando no nariz…. Essa experiência está disponível para todos e após a prática queremos que você responda por si mesmo se está sendo proativo ou reativo.

Dividindo o exercício contra o estresse em 3 partes

Este trabalho está dividido em três partes. Inicialmente você é convidado a sentir sua respiração exatamente como ela está, por meio de uma vivência sonora, criada com exclusividade pelo talentoso compositor Silvio Pierotti. Na sequência há exercícios corporais que auxiliam a melhorar a respiração. Finalizando, você encontrará exercícios para a respiração, que poderão ser executados já numa outra condição de livre fluxo respiratório. Nessa abordagem de não convencimento queremos que o praticante perceba os passos para se alcançar a paz e conseguir meditar, ou seja, treinar o cérebro a se identificar com a calma e a serenidade. Desta maneira o organismo não produzirá doenças em decorrências do estresse.

Para usufruir de uma boa experiência com sua respiração recomendamos que, ao escutar esse trabalho em formato de áudio e as ilustrações no vídeo, você o faça de forma integral. As músicas foram compostas especialmente para o experimento e a observação da respiração.

E como funciona?

É só você clicar neste link [https://sun.eduzz.com/127323?cupom=Lançamento] para ser direcionado a uma página de vendas.

Lá você faz o pagamento e assim que a operadora receber o dinheiro enviará um e-mail com os dados do treinamento para ser acessado pelo seu computador, tablete ou celular. Se for pago por cartão de crédito o acesso será imediato.

É muito simples

E mais. Você terá 7 dias para experimentar o treinamento e poder decidir se quer essa prática para a sua vida ou não. Caso não queira é só solicitar, DENTRO DESSE PRAZO, o reembolso do valor investido será estornado.

Posso dizer que já recebi muitos depoimentos interessante sobre este trabalho.

Agora vem a melhor parte. Este programa tem o valor de R$ 97,00, mas hoje você poderá adquiri-lo por apenas R$ 35,00 (ou em até 7 parcelas de R$ 5,60).

É só clicar aqui (https://sun.eduzz.com/127323?cupom=Lançamento) e já estará na página cem porcento segura para realizar sua compra. Com certeza esse será o melhor investimento que fará para sua vida e para sua saúde integral.

Conheça também mais do nosso conteudo completo de cursos e treinamentos!
Saiba também sobre o terapeuta corporal Wilson Garves e a empresa Corpo Pro Ativo clicando aqui!

Deixe uma resposta